Verbetes

Nostalgia

Posted on: março 15, 2008

Tem certas coisas que são simplesmente inexplicáveis! Apesar de todo meu exercício de me concentrar na minha vida e deixar de achar que tenho a solução para os problemas do mundo, eu estava estes dias pensando na Pá… Pensando em lhe escrever um email: que ela não devia deixar de cantar Janis só porque está em busca de equilíbrio. A vida dela foi marcada pela “crasy lady” e talvez fosse necessário ela se encontrar também com sua face mais sombria. Se é que é tão sombria assim…

Pois bem, falei rapidinho com ela no MSN e ela me convidou pra ir no seu show marcado para o fim do ano. Eu então disse que estava ouvindo Janis, e pus risinhos… E então ela disse que tinha colocado ‘I need a man to love’ no repertório! Exatamente a musica que eu estava escutando naquela hora!!!

Também nunca houve esta história de deixar de cantar Janis como se ela fosse uma espécie de droga que se deve evitar. Ridículo isso passar pela minha cabeça, mas o mais importante é que acho que a gente tava em sintonia e que ela vai cantar Billie Holiday em minha homenagem! Aproveite cada momento com seus amigos que moram na sua cidade. Fale à vontade no telefone com eles e sempre quando puder vá visitá-los… Pois você não sabe até quando os terá ao alcance de suas mãos.

Eu queria muito poder combinar com ela de tomar café num fim de tarde amanhã. Mas acho que isso vai ficar muito complicado.

Little Girl Blue

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

A vida é um carrossel de significados…

template

— Daniela é assim como um jardim selvagem — disse tio Ed olhando para o teto. Como um jardim selvagem... Tia Pombinha concordou fazendo uma cara muito esperta. (...) Mas, e um jardim selvagem? O que era um jardim selvagem? Foi o que lhe perguntei. Ele me olhou com um ar de gigante da montanha falando com a formiguinha. — Jardim selvagem é um jardim selvagem, menina. — Ah, bom ! eu disse”. Lígia Fagundes Telles - O jardim selvagem. In Antes do Baile Verde.

Por letras

Registro

Creative Commons License Verbetes by Daniela Mendes is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Based on a work at verbetes.wordpress.com. Permissions beyond the scope of this license may be available at https://verbetes.wordpress.com/.

Folow me

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: