Verbetes

Álibi

Posted on: abril 7, 2008

Álibi: s.m. do latim, outra pessoa, mas seu uso designa o culto de si mesmo; idéia falsa; (fig.) “parece música de Djavan mas não é”.

Minha vida tem se resumido em:

– Um litro de café por dia seguido de litros de água pra ver se eu limpo a cafeína do corpo e amenizo a insônia.
– Muito Jazz, sobretudo Lester Young, para abafar os sons que vem de fora do meu quarto e encontrar certo ritmo nas letras. Isto, meu barato é o ritmo agora, desde que li Otavio Paz. Por que jazz? Porque Cortázar. Descobri hoje um certo Marcelo Noah que chegou ao ponto de tomar só da erva do Oliveira, acho que não seja grave você desenvolver certo gosto musical em decorrência de certa tara literária.
– Pretensão: de me imaginar uma professora de jardim de infância que acha que pode fazer as pazes entre dois antigos amigos: Deleuze e Lacan.
– Tempo pra qualqueres bobagens de Pato Fu. Sei lá. Há que se atualizar o gosto pela música mineira. Só Clube da Esquina não dá.

– Minhas quatro paredes, falta de álcool, sexo e bizarrices noturnas.
– Colheita de saudades, euforias repentinas, melancolias constantes, nada de original.
– Diversos personagens explodindo do peito e se perdendo na memória.
– Palavras cruzadas.
– Doses diárias de theobroma.
– Cartomancia.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

A vida é um carrossel de significados…

template

— Daniela é assim como um jardim selvagem — disse tio Ed olhando para o teto. Como um jardim selvagem... Tia Pombinha concordou fazendo uma cara muito esperta. (...) Mas, e um jardim selvagem? O que era um jardim selvagem? Foi o que lhe perguntei. Ele me olhou com um ar de gigante da montanha falando com a formiguinha. — Jardim selvagem é um jardim selvagem, menina. — Ah, bom ! eu disse”. Lígia Fagundes Telles - O jardim selvagem. In Antes do Baile Verde.

Por letras

Registro

Creative Commons License Verbetes by Daniela Mendes is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Based on a work at verbetes.wordpress.com. Permissions beyond the scope of this license may be available at https://verbetes.wordpress.com/.

Folow me

%d blogueiros gostam disto: